Cannabis e perda de peso: qual a relação?

Por:

Compartilhar post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Obs.: esse texto foi originalmente publicado pela autora no blog do site da WeCann Endocannabinoid Global Academy.

 

 

Quando falamos em Cannabis e perda de peso, você pode ficar confuso, afinal, é comum associarmos a Cannabis ao aumento de apetite. Mas, você sabia que a cannabis medicinal pode ser uma importante aliada no controle do peso? Vamos explicar melhor neste post. De alguns anos para cá, o combate ao sobrepeso vem ganhando novos aliados, e os derivados canabinoides ganham destaque pelo seu potencial na regulação do apetite e do metabolismo energético.

Obesidade pode ser considerada um problema de saúde pública. Mais da metade da população brasileira (53%) está acima do peso ou obesa. É o que mostra uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Como sabemos, muitas doenças estão associadas à obesidade, sobretudo diabetes, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares. Por isso é tão importante encontrar aliados a uma dieta balanceada e à prática regular de exercícios físicos. Continue a leitura para entender como a Cannabis medicinal pode auxiliar no combate à obesidade.

 

Cannabis medicinal como aliada no combate à obesidade

 

Os canabinoides apresentam efeitos fisiológicos distintos em suas interações com o Sistema Endocanabinoide. A estrutura bioquímica e o contexto metabólico de cada paciente influenciam nessas interações.

Mas, sabemos que o THC caracteristicamente estimula o apetite. Não à toa, formulações predominantes em THC constituem um importante adjuvante terapêutico em quadros clínicos que desencadeiam inapetência, a exemplo de pacientes com câncer ou portadores de HIV.

Estudos mostram, que o CBD, ao contrário, tende a inibir o apetite, e consequentemente, reduzir o peso e combater a obesidade.

 

CBD e regulação do apetite

 

O CBD se relaciona com a perda de peso das seguintes maneiras:

 

  1. Auxiliando na atividade mitocondrial e no controle metabólico

 

As mitocôndrias são organelas responsáveis por converter gorduras e açúcares em energia para as células, estimulando a atividade metabólica. Se as mitocôndrias não estão funcionando bem, o organismo terá dificuldades em transformar a energia consumida através da alimentação em subprodutos que o corpo possa utilizar. Isso gera um acúmulo de gordura e açúcar no sangue, e consequentemente, ao aumento de peso.

Estudos científicos apontam que o CBD interage com o Sistema Endocanabinoide para aumentar o número de células mitocondriais e estimular a atividade dessas organelas, desempenhando um papel modulador chave na função mitocondrial, favorecendo o equilíbrio metabólico do organismo e, auxiliando no combate à obesidade.

 

  1. Normalizando os níveis de insulina para ativar a queima de gordura

 

Sabemos que níveis elevados de gorduras e açúcares no sangue podem desencadear uma série de patologias, como diabetes, doenças cardiovasculares e complicações hepáticas. Sabemos também, que dietas ricas em açúcar aumentam os níveis de insulina no sangue.  A função da insulina é justamente transportar esse açúcar para as células, convertendo-o em energia.

Porém, quando os níveis de insulina estão altos, o organismo não consegue mais queimar gordura de forma apropriada.  Isso porque as células que antes eram sensíveis à insulina, absorvendo a glicose trazida por ela, acabam se tornando resistentes a esse hormônio. Essa disfunção metabólica estabelece um ciclo em que a resistência à insulina leva ao armazenamento de mais energia no organismo e promove, por exemplo, o aumento de gordura abdominal.

É nesse cenário que o CBD aparece como potencial aliado, ajudando a estabilizar os níveis de insulina no sangue e favorecendo o processo de queima de gordura. Como exemplifica esse estudo que envolveu cerca de 4.700 pacientes em jejum nos quais o uso do CBD foi capaz de reduzir em 17% os níveis de insulina na corrente sanguínea.

 

  1. Inibindo o apetite para reduzir a ingestão de calorias

 

Controlar o apetite é essencial para evitar o sobrepeso. O CBD também é atuante nesse contexto, funcionando como um potencial inibidor do apetite. Mas, você provavelmente já deve ter ouvido falar o contrário: que a Cannabis aumenta a vontade de comer. Não é o caso das formulações predominantes em CBD.

Os produtos à base de Cannabis responsáveis por estimular o apetite são aqueles cujo fitocanabinoide predominante é o THC, que inclusive é bastante utilizado para fins medicinais por esse atributo e por muitas outras propriedades terapêuticas.

Um estudo publicado em 2012 avaliou ainda os efeitos do canabinol (CBN) em comparação com o canabidiol (CBD) nos padrões de alimentação em ratos e evidenciou resultados contrários entre esses dois fitocanabinoides: enquanto o CBN estimulou a ingestão alimentar e o ganho de peso corporal, o CBD ajudou a inibir o consumo alimentar e o ganho de peso.

A chave para uma prescrição segura e assertiva quando se trata de Cannabis medicinal e regulação do apetite está em conhecer o perfil do produto que você prescreve e o contexto metabólico de cada paciente. Além disso, reforçamos que a alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos continuam sendo os aliados mais importantes no controle à obesidade.

Se você deseja incorporar medicamentos à base de Cannabis em seu arsenal terapêutico com segurança e eficácia, entre em contato com a WeCann Endocannabinoid Global Academy e acesse novas possibilidades na Medicina!

______________________________________________________________________

 

Fique atento!

Quer informação de qualidade sobre o assunto? O Simpósio Multidisciplinar de Cannabis Medicinal, que acontecerá de forma gratuita entre os dias 27 de setembro e 01 de outubro/2021 no canal do evento no YouTube, discutirá, de uma forma bastante ampla, vários dos aspectos que envolvem a utilização terapêuticas desta planta. De neurocientistas a mães que lutam para garantir o tratamento dos seus e de outros tantos filhos e filhas; de profissionais médicos a jornalista; do empreendedor ao profissional da área jurídica; todos e todas engajados/as em uma discussão qualificada e responsável sobre este tema. Não perca esta oportunidade! Siga o evento nas redes sociais e fique por dentro de tudo que irá acontecer.

Links importantes:

Site do Simpósio Multidisciplinar de Cannabis Medicinal

Canal no YouTube

Perfil no Instagram

Página no Facebook